Alguns empreendedores se perguntam se deveriam investir em um website. Provavelmente a maioria acredita que sim, porém muitas vezes a decisão é adiada, ou porque ainda não têm os recursos para tal, ou porque não enxergam como isso poderia potencializar um negócio já existente. Confira abaixo 5 motivos para começar:

1. Não estar na web é sair perdendo

Estar nas redes sociais é muito importante, se não obrigatório. Você não precisa estar em todas elas, afinal de contas elas são inúmeras – nem as maiores empresas são onipresentes. Mas por mais que você tenha um boca-a-boca a seu favor, em dado momento um potencial cliente vai querer visitar seu site. Seus concorrentes provavelmente vão ter um, e este cliente vai dizer: “Nossa, mas essa empresa nem site tem! ”

2. Gerar oportunidades

90% dos consumidores começam uma compra pesquisando online, e 85% acham que os melhores preços estão na internet. Nessa hora, ter um e-commerce pode ser a diferença entre uma simples pesquisa e a compra efetivamente.

3. Maximizar vendas

Talvez você já tenha um negócio físico – um comércio, um bar, um restaurante, uma escola de dança, um salão de beleza etc. Pode ser que ele esteja satisfatório, que ele lhe traga algum lucro e seus clientes estejam satisfeitos. Ora, por que não multiplicar isso? Uma presença na internet, se trabalhada corretamente, pode trazer muito mais clientes de maneira exponencial.

4. Seu website é a primeira (boa) impressão que fica

94% das pessoas abandonam um site em até 8 segundos devido à má impressão que ele causa. Ou seja, invista em bom design e navegação. Seu site deve refletir quem você é como profissional, os valores da sua empresa, os diferenciais da sua marca. Deve conter todas as informações importantes de que seu público precisa, porém distribuídas de uma forma coerente e interessante para que o visitante se converta em um cliente. Um visual ruim vai definitivamente jogar contra você.

5. Na palma da mão

Desde 2014, a maioria dos usuários da internet navega através de celular e não mais em um computador, e a tendência é só aumentar. Portanto, não basta ter um site: ele deve ser atraente, organizado e ser construído nas versões para celular e computador. É o que chamamos de website responsivo. Aquele site antigo, que no celular aparece todo espremido com as letrinhas pequenas, ilegíveis, não pode existir mais. A tônica antes era mobile-friendly (design amigável para celular), hoje é mobile first (pense em como fica no celular primeiro, depois no computador).


Confira alguns sites criados pela PG2 aqui.